Douglas Cole Libby http://lattes.cnpq.br/7508282033577230

Bolsista de Produtividade do CNPq Nível 1C

Última atualização do Lattes: 12.01.2018

Nomes de citação: LIBBY, D. C. / LIBBY, DOUGLAS C.
  • Trabalho Técnico (14)+
    • Ano
      2004
      Título
      Resgate dos Acervos Históricos das Câmaras Municipais de Tiradentes, Sabará e Caeté
    • Ano
      2003
      Título
      Novos Estudos em Demografia Histórica
    • Ano
      2002
      Título
      Consultor Ad Hoc
    • Ano
      2001
      Título
      Resgate dos Acervos Históricos das Câmaras Municipais de Tiradentes, Sabará e Caeté
    • Ano
      2000
      Título
      Projeto Inventário de Acervos da UFMG/Subprojeto Inventário de Arquivos e Coleções Especiais
    • Ano
      2000
      Título
      Consultor Ad Hoc
    • Ano
      1999
      Título
      Novos Estudos em Demografia Histórica
    • Ano
      1999
      Título
      População e Economia da Freguesia de São José Del Rey (1750-1850)
    • Ano
      1998
      Título
      Inventário de Acervos da UFMG
    • Ano
      1998
      Título
      Inventário de Acervos Documentais Históricos do Estado de Minas Gerais (1522-1945)
    • Ano
      1998
      Título
      Relatório Final do Projeto; A Domesticação da Mulher Mineira (1770-1840)
    • Ano
      1998
      Título
      Consultor Ad Hoc
    • Ano
      1996
      Título
      Consultor Ad Hoc
    • Ano
      1995
      Título
      Inventário de Acervos Documentais Históricos do Estado de Minas Gerais
história de Minas Sociedade escravista Demografia escrava Minas Gerais Escravidão Família escrava não se aplica HIstória da família Revisionismo historiográfico Atividades de transformação História do Trabalho Alforrias acervos históricos História demográfica Cultura escravista Abolicionismo abastecimento Reprodução natural familia Mineração aurífera Industria textil mineira Arquivos e Acrvos Históricos de MG Trabalho Escravo Mobilidade social e econômica Registros Paroquiais Tratamento Arquivístico Companhias estrangeiras Escravidão no Brasil Protoindustrialização estrutura ocupacional Agricultura escravista Transição para o trabalho livre Identidades étnicas e raciais administração pública Agricultura de abastecimento Sabará Diversificação da economia escravista Cadastramento de instituições detentoras de acervo Escravismo Moderno representações identitárias demografia histórica Etnicidades Família, etnias e identidade Resistência, violência e escravidão Distribuição da propriedade em escravos Tráfico negreiro internacional comércio de abastecimento Economia Escravista História Política mestiçagem História da Siderurgia em Minas Gerais História econômica Escravismo mineiro cotidiano Alforrias nos séculos XVIII e XIX Mineração escravista ordem pública Relações senhor/escravo redes sociais Industrialização Brasil colonial Forros Investimentos Estrangeiros Arquivos empresariais Consolidação do Mercado Interno Indústria Doméstica Comarca Rio das Mortes elites políticas Processos crime mercado interno Justiça Transportes pré-industriais Contexto da Regência Criminalidade Ferrovias no Brasil Família escrava e forra Arquivos e Acervos Históricos Conflito de Gênero Câmaras Municipais Políticas públicas de abastecimento Mercado interno no Brasil colonial resistência escrava patriarcado Demografia Minas Setecentistas Mina Morro Velho História Econômica do Brasil Tráfico negreiro Economia de abstecimento Estrutura dos domicílios América portuguesa Tráfico negreiro internacional e interno Escravos e crimes endogamia/exogamia Economia Mineira apadrinhamento e redes sociais Militares Pedagogia militar século XIX História de Empresas economia Estabilidade de preços Origens africanas Origens escravas Mina de Morro Velho Hierarquias sociais e raciais estratificação social Família Mineira Formação de mercados liberdade Quilombos Emergência do mercado Indústria de ferro Hierarquias sociais e econômicas Tráfico negreiro e africanos no Brasil siderurgia COR Africanos Formação de famílias policia Escravismo no Brasil Hierarquias sociais Tiradentes Propriedade em escravos Paternalismo escravista Mercado interno mineiro Famílias, etnias e identidades Cores Padrões de riqueza Registros paroquiais de batismo Circuitos mercantis Trabalho escravo/trabalho livre Indústria têxtil caseira música religiosa história comparada história Comunidades escravas Redes de crédito Pequenos e médios proditores Construção da Nação Caeté Setores médios Representaçoes culturais Tráfico negreiro transatlântico Produção familiar casamento Distribuição de escravos importados no interior do Libertos urbanos Taubaté Medo generalizado da revolta escrava Transferência patrimonial urbanização Tecnologia Histórica Família Andrada Cidades do tráfico negreiro roceiros e fazendeiros mineiros A vida de forros e forras Estruturas agrárias e sociais memoria Cortes e transitoridade Etnias africanas práticas de nomeação de filhos sociedade e cultura mineiras do século XIX Brasil e Europa Elites locias Reforma jurídica Exogamia na população escrava mineira Consolidação do mercado inerno Fazendeiros Endogamia entre livres e libertos estabilidade Christopher Hill na UFMG Mercado de trabalho Reprodução natural da população escrava Sociedade Mineira setecentista Fronteira agrícola mundo rural Redes de compadrio legitimidade Ocupação de regiões de fronteira Pre-industria Protesto e acomodação Relações étnicas/raciais Século XVIII Distribuição de Renda Mestiçagem urbana nas Américas Diversidade produtiva Autonomia escrava Ocupação da terra Sociabilidades A prosperidade da agropecuária de abastecimento Gênero, ocupação e hierarquia Cartas de alforria Tropeiros Capitania de Minas Construção do Estado Imperial administração colonial família mestiça trabalhadores Elites mineiras no setecentos músicos Espirito Santo Relações escravistas cotidianas Ofício de ferreiro Escravos Ouro Preto Elites proprietárias de Minas Dominação escravista Historiografia sobre as sociedades escravistas Economia Brasileira pequenos e médios produtores Arquivos paroquiais Conceito do paternalismo escravista Bridget Hill na UFMG Etnicidade escrava na América Portuguesa Artífices e ofícios Mercado na América Portuguesa religião Economia colonial mineira história urbana Escravos Urbanos familias escravas Violência e acomodação Transição para o trabalho assalariado concurso Afrobrasileiros relações raciais Organização Familiar Identidades africanas na Colônia história regional Indústria Têxtil Ideário liberal/atuação estatizante História do Brasil Império seleção Historiografia sobre a escravidão Crimes e processos crimes Racialização no Brasil emigração formação de hierarquias política Política clienelística Saint John D´el Rey Mining Company Zephyr Frank Colonialismo Britâncio Papel do Estado Antigo Regime racialização Nova História Econômica Poder Local Transformações Jurídicas Processo de Urbanização Regulamentação frouxa O Estado e a escravidão Intercâmbio Leverhulme Trust Padrões de tamanho das posses de escravos relações interétnicas Vila Operária Política provincial e local participação política Ideologias do progresso Navegação Fluvial Organização dos ofícios Crescimento Econômico historiografia Metodologia Vilas Oitocentistas Oeste de Minas Identidade escrava Reconstituição de família Piranga Apadrinhamento de escravos adultos O mundo do trabalho escravo Economic History Mulheres e propriedade O mundo das pessoas de cor Rodovia versus ferrovia Padões de alforria Teoria da Dependência Modo de vida familiar aprendizagem Brasil/Estados Unidos Famílias escravs e forras Sociedades escravistas comparadas Complexidade da demografia escrava indústria Batismos de adultos, o tráfico e a reprodução natu Mesticagem racial Representações mineiras de etnias e cores Comparação de protesto de trabalhadores livres e e Reforma/Contrareforma Hierarquias raciais e discurso oficial Continuidade das desigualdades Sistemas de preservação Escravos nos tribunais Revisionismo e neo revisionismo historiográficos Liberalismo Oitocentista Marcha da Civilização Classificação de libertos Presença britânica nas MInas Fraca organização corporativa Comunidade ferroviária pós-abolição Minas colonial Sociedade Colonial São José Del Rey Justiça Social Técnicas agrícolas desigualdade social Processos judiciais patrimônio Microfilmagem e digitalização de documentos Família e etnicidade nas sociedades livres e escra Construção do Estado nacional fertilidade entre mulheres escravas A interpretação de fontes variadas A decadência da Vila de São José após 1800 relações de gênero Ritmos de importações diferenciados no tempo Comércio de escravos de Salvador para Minas Formação de Vilas nas Minas coloniais Sociedade carioca do Oitocentos Estudos de Genero Onomástica Pensamento Econômico Acumulação endôgena Adminstração História da Irlanda Movimentos trabalhistas História Atlântica Lutando por melhorias sociais Elaboraçao de banco de dados Redes de parentesco Disponibilização Revolução Liberal de 1842 Disciplina Produção agropastoril Aspectos econômicos Construção de identidade social lógica familística Escravos e libertos Políticas desenvolvimentistas Conflitos Comissão Mista Brasil-Estados Unidos Sociedade escravista "periférica" Sociabilidade escrava Política republicana regional Modernidade e o atraso Esporte amador São João del Rei Minas de ferro Oitocentista Aspectos culturais Regionalização Professor Assistente Estratégias de sobrevivência Intervenção Estatal Igreja Presbiteriana no Brasil Memória familiar Domesticação social Demarcação Diamantina Montes Claros Regências e Regresso Vida operária Técnicas de mineração agricultura escrava História da OAB Alfabetização Meio ambiente na colônia Bahia Barroca História do futebol Elites locais História judiciária cultura material Práticas da boa morte fronteira Ilegitimidade História da imprensa Zona da Mata Norte Bahia Crioulo Negociantes Civilização Elites Juizforanas Estradas de Ferro Missionarismo protestante Trabalho indígena modelo atração-repulsão Raça COMÉRCIO setecentista Região do Rio Mucuri Vilas paulistas Negatividade do trabalho sociedade civil Continuidade histórica Inserção social dos forros BANCA EXAMINADORA História Social da Cultura Arquivos e Coleções Especiais da UFMG O urbano na História aaa Histórias de família América Latina Arquivo Histórico História das ferrovias no Brasil Região do Rio Tocantins Formação do Estado Moderno Pesca da Baleia no Brasil Eurocentrismo Minas Apelo de Maria Yedda Eschwege Ofícios e artífices na Colônia História do Trabalho comparativa Capital Estrangeiro Organização partidaria brasileira Experiências com a produção de seda Práticas de alforria Arqueismos Músicos mineiros Estradas de ferro no Brasil Elites coloniais Falta Irmandades e Confrarias atuação política Famíla Andrade História do Trabalho comparada Etnicidade em registros paroquiais casamento e família escravos Fontes para a História de Tiradentes artesanato Padrões de alforrias no tempo Produção vinícola História do Rio Grande do Sul Ordem Impactos europeus no protesto escravo nas Americas Trabalho Feminino Econometria Câmaras mineiras Brasil Produção Historiográfica de Bridget Hill Práticas dealforria Slavery Produção Encilhamento População Importações coloniais de seda Alforria na pia batismal Ocupação de fronteiras doutorado mestrado Professor Adjunto Provínvia e Capitania de Minas Gerais População e Economia Sociedade Livre aspectos sociais História da Religião Habitações compadrio Elite econômica Discurso Abolucionista história da educação Camponeses Mineração de ferro Belo Horizonte Careira judiciária Geoprocessamento Práticas locais Populações livres História da Mulher Indústria de seda Tratamento de escravos Monarquismo Reflexoes Artífices escravos(as) e libertos(as) Relações senhor/escravo em contextos distintos Privatização/estatização Comunidades escrava Desigualdade na História Freguesia Diversidade das formas de alforria Tradições mineiras Província do Minho Etnia consumo norte de minas Fugas Práticas de apredizagem Direitos e leis Investimento estrangeiro Classe média urbana Arte de Morrer Status da mulher no mundo desenvolvido Revolução industriosa A Revolução Francesa e protesto escravo Minas na virada do século XVIII Batismos de africanos adultos Demographic Produção Historiográfica de Christopher Hill Refinamento do óleo investimentos internacionais Brassilianistas Comércio colonial Etnia e condição dos artífices Fontes registrando alforrias história administrativa Classificação social Batismos de adultos africanos A sobrevivência de forros e forras Organização Trabalhista Preços de escravos Imprensa Local Comerciantes Sistema judiciário O sacramento do batismo Agricutura de abastecimento Terra Oficiais mecânicos Mesclas coloniais Composição demográfica de São José, 1795-1831 Tráfico negreiro para o Brasil Chile no final do século XIX Revolução Militar Sociedade de fronteira Estado e sociedade Salvador Práticas comerciais Processo de abertura política
CTIT UFMG